Guia de sobrevivência (amorosa) no Facebook

11 de abril de 2013 - Por: , em: Artigo/Notícias Internet/Tecnologia

facebook

Nove dicas para não deixar que deslizes afundem seu relacionamento na rede social campeã em divórcios
Por, Fábio Calvetti – Ilustração: RWR2 – Artigo tirado da Revista Vip

Você já sabe que rede social é o lugar perfeito para rever antigas amizades, manter contatos profissionais, matar tempo do trabalho… Agora inclua na lista o item “ferrar relacionamentos”. No Reino Unido, uma firma de advocacia calcula que o Facebook é citado em um em cada cinco divórcios. Nos Estados Unidos, o site lidera a lista de redes sociais que mais influenciam no fim de relacionamentos. “O ambiente digital torna-se um espaço perfeito para acompanhar os passos do outro, a ponto de tornarse uma vigilância constante”, diz Eric Messa, coordenador do curso de comunicação em mídias sociais da Faap. A arquiteta Carla (nome fictício) sentiu isso na pele. Em janeiro, visitou a página de um antigo rolo, por “pura curiosidade”. O namorado viu e virou um bicho. “Pela briga que tivemos, parecia que eu havia visitado meu ex pessoalmente”, diz. No Brasil, o Facebook cresce na preferência e já conta com 9 milhões de usuários. Para Luis Fernando Santos, gerente de mídias sociais da consultoria Predicta, o site é o campeão em oferecer combustível a ciumentos.

“No Orkut, um comentário era mostrado apenas para algumas pessoas. Já o Facebook divide a informação com todos os seus amigos”, explica. Para não afundar seu namoro no primeiro “curtir”, VIP reuniu dicas certeiras.

1 Apague comentários comprometedores
Não adianta tornar-se o carola número 1 do Facebook se seus amigos sempre fazem comentários como se você (ainda) fosse solteiro e baladeiro. Para não correr riscos, sempre acesse seu perfil para apagar qualquer faísca comprometedora. O segredo é usar a notificação por e-mail do Facebook para saber quando alguém postou uma foto ou comentou no seu mural. “As pessoas têm o hábito de cancelar todas as notificações ou de deixar todas habilitadas e receber uma enxurrada de e-mails. Configurar para receber só os e-mails mais importantes (taguear fotos, por exemplo) pode ser uma boa forma de identificar problemas logo que eles são postados”, afirma Luis Fernando Santos.

2 Defina sua privacidade
Use as ferramentas do site a seu favor e esconda novidades de sua namorada. “O Facebook dá uma possibilidade de customização fantástica, contato a contato. Controlando seus posts e customizando as opções de segurança, você consegue usar o Facebook de modo que só as informações desejadas cheguem a determinadas pessoas”, afirma Luis. Que tal começar impedindo que sua namorada receba na página dela as fotos que seus amigos publicam de você? Dá também para proibir comentários daquele ex-rolo que fica no seu pé. Para personalizar, clique em “conta”, no canto superior direito da tela, “configurações de privacidade” e depois “personalizar configurações”.

3 Abuse do “sair”
Simples e esquecido, o “sair” do Facebook garante que ninguém vai acessar sua conta ao mexer no computador. Isso evita desde que engraçadinhos escrevam “queria ser uma borboleta” no seu perfil, até que a sua namorada se depare “sem querer” com aquele seu diálogo com uma gata da faculdade.

minha-namorada-entrou-no-meu-facebook-imagens-frases

4 Fique longe do mural dela
Ao abrir o Facebook, você clica no perfil de sua garota sem pensar? Pare agora. Não tem por que acompanhar cada passo dela nas redes sociais. “É preciso evitar o impulso de controlar as atividades virtuais do seu parceiro. Você não faz isso no dia a dia, por que fazer no Facebook?”, pergunta Eric Messa. “Lembre-se que pode haver diferentes interpretações para determinada atitude do seu par.” E outra: olhando o dela, você abre precedentes para ela te vigiar também.

5 Não dê a senha para ela
Se fizer isso, daqui alguns meses você estará dando senha de celular, de computador, de banco. “Confiança não se adquire com devassamento da sua vida íntima. É muito melhor quando você convida sua namorada a participar, ler o que está escrevendo ou demonstrar total tranquilidade sobre o assunto”, afirma a psicóloga e terapeuta sexual Ana Canosa, colunista da VIP.

6 Seja cuidadoso ao falar com a ex
O Facebook é um prato cheio para encontrar antigas namoradas ou aquela gata com quem você ficava na praia. Mas é praticamente certo que sua garota vai ficar sabendo. Não significa que não se deva nunca conversar com ex-rolos ou exnamoradas, mas certa cautela nessa área é importante, principalmente se a namorada é alguém fundamental em sua vida e você quer mantê-la. Para uma conversa mais apimentada, utilize o serviço de mensagem privada da rede social e tenha certeza de apagar o diálogo antes de sair do site.

7 Fuja das crises de ciúme
Ela sempre reclama de suas ações na rede? Nesse caso, explique a ela que você preza as amizades, gosta das redes sociais e que não vê mal nenhum em conversar com as pessoas, o que inclui amigas mulheres. Se ela insistir, explique novamente, avalie com ela quais foram os comentários que ela julgou inadequados e pondere.

8 Nunca revele seu estado civil
O problema não é dizer se você é casado, se tem namorada ou se está solteiro. A dor de cabeça começa caso você precise mudar o seu status (ao terminar um namoro, por exemplo). Isso acabará sendo motivo para uma longa discussão da sua vida íntima entre seus conhecidos. “É muito tititi que não leva a nada. Vale lembrar que as redes sociais são usadas para buscar contatos profissionais, inclusive por empresas”, diz Ana Canosa.

9 Não pense estar protegido
“As pessoas precisam perceber que tudo que circula na internet é um reflexo do mundo real. E tão real quanto, ainda que virtual”, diz Rosa Maria Farah, psicóloga responsável pelo Núcleo de Pesquisas da Psicologia em Informática (NPPI) da PUC-SP. Enfim, não faça nada no Facebook que você não faria no seu dia a dia.

Cuidado: sua rede social pode ser usada contra você
As páginas de diálogos e fotos em redes sociais já são usadas como provas em processos na Justiça. É o que conta a advogada Michelle Reicher, sócia do escritório Imparato e Reicher Advocacia, especializado em direito de família em São Paulo. De acordo com ela, comentários e fotos de redes sociais são utilizados principalmente em pedidos de pensão alimentícia ou em reconhecimentos de uma união estável. “Em um caso de pedido de pensão, por exemplo, se o homem alega que não tem dinheiro para nada, mas em sua rede social aparecem fotos de uma viagem para a Suíça, isso será usado no tribunal”, diz Michelle. Seu relacionamento não anda dos melhores e há risco de terminar na Justiça? Ouça o conselho da advogada: “Apague sua rede social, não conte intimidades, não coloque fotos nem mostre seu padrão de vida”.

10 Profanaram Adicionar novo comentário

  1. Combate disse:

    Já eu me fudi! Minha mulher instalou um programa espião no notbook que capiturava senhas e conversas feitas e quase o casamento foi pro espaço! Existem milhares de programas free que uma criança de 5 anos consegue instalar sem dificuldades e ferrar qualquer um, já que ninguém é 100% correto!

  2. Camila disse:

    Coisa ridícula, quem faz as coisas certas não precisa ficar apagando histórico, se for pra ser infiel não entre em um relacionamento. SIMPLES

    O sr ancião orkut ja dizia,” Se você não quer que ninguém saiba, não faça”

  3. André Oliveira disse:

    A Laura disse tudo que eu penso…
    É como se a internet fosse tipo um carnaval permanente, pode tudo.

    ”Não quer seriedade não entre em um relacionamento”

  4. Klaus disse:

    Simplesmente entre em um acordo no início do relacionamento em que nenhum dos dois terá acesso ao facebook, e-mail e semelhantes do outro. A parte do “sair” é essencial, tanto com a namorada quanto com os “amigos” (FDP enrustidos).

  5. Laura disse:

    Olha, concordo com algumas coisas, mas em algumas partes não gostei, pois parece incentivar a atitudes erradas que podem destruir um relacionamento independente da pessoa vigiar sua rede social ou não.
    Conversa mais apimentada? Com uma pessoa que não é o seu parceiro ou parceiro(a)? Nenhum homem gostaria de ver esse tipo de conversa da namorada, e o contrário também. Porém mesmo que não “vejam ou leiam”, isso já é uma atitude infiel, e se você está a fim de ter conversas com outros, porque está com alguém então? Respeito deve vir acima de tudo, independente de ser vigiado ou não.
    Se não quer seriedade, então simplesmente, não entre em um relacionamento. Ponto.

  6. André Oliveira disse:

    A internet está deixando nossas vidas cada vez mais estranhas…
    Onde estaremos daqui a quinze anos?
    Admirável mundo novo?

  7. João Gonçalves disse:

    “Nossa, como vc está linda”