A falta de sexo está destruindo meu casamento

18 de dezembro de 2012 - Por: , em: Consultório da @DraDoAmor Gerais

Marido Sem Sexo diz:

Oi! Venho acompanhando o Sweetlicious há algum tempo e resolvi escrever…

Tenho 32 ano, minha mulher tem 25 e estamos casados há 1 ano. Sou o primeiro homem da vida dela, sendo assim ela

era virgem até o casamento. Namoramos por 4 anos sem ter relação sexual por opção nossa. Mas mesmo sem sexo dávamos uns amassos bem gostoso só faltava pegar ”fogo”. Ela ficava muito molhada… Conversamos muito sobre sexo, e que nós faríamos muito depois de casarmos.

Lua de Mel: Ficamos 8 dias na Lua de Mel. Dei uns amassos, fiz uma preliminar bem feita, ela ficou molhada, mas na hora da

penetração ela falou que doeu (Detalhe: Tudo foi feito com calma, devagar e com muita paciência). Sangrou um pouco, que é até normal, tentamos a penetração por 3 noites, não deu certo, sendo assim para não ”forçar a barra”, curtimos o lugar e acabando a Lua de Mel voltamos para a nossa vida normal.

Começou a ”dor de cabeça”. Ela toma anticoncepcional então na há preocupação de gravidez, Lembrando que sempre

começo com preliminar e só introduzo o pênis se ela já estiver bem molhada. Tentamos a penetração de vários modos, tentamos bastante com camisinha e lubrificante KY, introduzindo o pênis na vagina aos poucos (poucos mesmo, um milimetro a cada uns 5 minutos, sem exagero), mesmo ela sentido muita vontade de fazer, deixando ela segura/ confortável, na hora H, ela sente muita dor e que não dá mais para continuar naquele momento… Ela já foi no Ginecologista 3 vezes, fez vários exames e não deu nada errado.

Temos conversado muito sobre isso com calma e nessas conversas, às vezes, ela dá desculpas que ela não sente necessidade de fazer sexo (ela não tem nenhum trauma nesta questão de relação sexual, segundo ela).

Gostamos um do outro e já tentei de tudo com ela, fiz muitas pesquisas sobre o assunto principalmente aqui no blog que tem até casos semelhantes ao meu.  Já tentei agrada-la de vários modos (Parece que só eu), mas nunca recebo nada em troca, ás vezes nem a procuro mais para fazer(tentar de novo) sexo. Mesmo com um ano de casado e sem sexo tenho sido paciente (acho que até demais, ou muito idiota). Não sei se este casamento resiste mais um ano sem sexo, tentei de tudo que estava ao meu alcance, mas ainda assim estou procurando por ajuda… mas paciência tem limite.

Traição não é… certeza (sempre estou com ela).
É medo, Frigidez, frescura, questão psicológica…?

Como posso ajuda-la?

Desde já, Muito Obrigado!

Marido Sem Sexo

Olá, Marido Sem Sexo,

obrigada por nos acompanhar.

Sobre sua história, pelo que entendi, especialmente quando você narra que ela deixou claro que ela não sente a menor falta de sexo, é um tanto de comodismo dela.

É natural que ela se sinta insegura, sem tesão suficiente, sinta dor, blablabla, mas também é bem natural que uma mulher numa situação dessas, em que o marido bem dizer jamais transou de verdade com ela, ela se sinta mal e seja a primeira a querer solução pra isso.

Por exemplo: você diz que ela já foi 3 vezes ao médico e fez todos os exames. Ok, ponto pra ela. Mas você foi alguma vez com ela? Viu se ela realmente narrou esta questão e as dificuldades dela para o tal médico alguma das vezes? Será que ela fez os exames compatíveis com o problema? Ou será que ela passou as 3 vezes como se fosse rotina, não falou nada e ok? Chegou em casa dizendo que buscou a solução e nada?

Outra coisa: se sexo pra ela não faz a menor falta, mesmo depois de esperar 4 anos para começar a ter relações, tem alguma coisa bem estranha. Se não psicológica, hormonalmente. Isso, se não for a somatória dos dois.

Em seu lugar, eu marcaria já um gineco e um psicólogo pra ela (sim, ambos!) e ia junto. E falaria para ambos o que está ocorrendo.

Se não há problema físico e se ela diz que não faz a menor questão de sexo, além da falta de sexo em si, enxergo uma puta falta de consideração dela para com suas necessidades e para com a manutenção do casamento.

Me soa até a relaxo, isso. Afinal, uma mulher preocupada com o parceiro e com o casamento, é a mais interessada da história em resolver seus próprios problemas e viver intensamente a vida sexual. Aliás, é melhor pra ela em todos os sentidos também.

Há quem diga que homem que se importa com sexo é machista, não presta, blablabla. Mas, convenhamos: quem é que espera 4 anos, respeita as regras de só transar depois do casamento, pra depois viver casado e sem sexo? Aliás, quem é que se casa pra viver sem sexo?

Te desejo toda coragem e sorte do mundo e espero que ela tome consciência do mal que está fazendo pra si, pra você e para a própria relação e passe a tomar ações para resolver isto.

Beijos,

Thatu Nunes || @DraDoAmor
72 Profanaram Adicionar novo comentário

  1. "Comer Cú e Buceta" disse:

    Alguns caras dizem que casando se tem muito mais sexo…

    …VÃO NESSA MALANDRÕES!!!

  2. goiano disse:

    se ela estiver desinteressada por sexo, chame-a para fazer alguma coisa diferente, do tipo, sexo a tres, agora se isso não resolver, aí vc deve me procurar amigão.

  3. joao disse:

    Cara eu axo q vc tem q mostrar quem manda.Dar uns tapas nela(sem muita violencia) e mostrar que vc e o homen e ela a mulher,lendo seu depoimento notei que vc fica muito romantico e muito de carinho,da uma boa surra nela e pega ela de jeito com pegada mesmo,ai quero ver se ele nao vai querer ter relaçao com vc todo dia
    abs

  4. VAGINISMO! disse:

    Isso se chama vaginismo! É uma condição física e psicológica, onde a mulher, apesar da vontade e excitação, não consegue o relaxamento muscular da parede vaginal. Leve sua mulher a um bom ginecologista e a um psicólogo sexual.
    Dica de blog: http://vaginismotemfim.blogspot.com.br/

  5. Rod disse:

    Bom vou deixar meu relato talvez ajude algumas pessoas, sou casado há sete anos e minha mulher sempre reclamou que doía muito na hora do sexo e depois ficava uma ardência que não tinha condições de transar mais uma vez na mesma noite. Por insistência minha ela procurou diversos ginecologista para saber o que tinha de errado fez vários exames e sempre estava tudo normal. Bom depois de seis anos e meio de casamento veio à solução inesperada, ela mudou de emprego e começou a almoçar no refeitório da empresa… as dores e ardência que ela sentia durante todos esses anos era apenas falta de vitaminas, agora transamos varias vezes em uma noite varias vezes por semana e ela não reclama de nenhuma dor ou ardência.
    (antes a alimentação dela era lanches, pizza, pipoca, miojo, refrigerantes entre outras porcarias)

  6. L disse:

    Olha querido, não quero te desanimar, mas eu tive um relacionamento de 7 anos onde perdi a virgindade e doeu pra caramba depois da 1º demorei uns 3 meses pra ter coragem da segunda, mas nunca consegui me liberar totalmente com o 1º. agora com o 3º é que atingi plenitude sexual, amo meu namorado e acho que temos a química perfeita na cama. Continue tentando com muito carinho pois isso faltou muito no meu 1º relacionamento, torço por ti ;)

  7. Rafael disse:

    Cara… Você deixou ela acomodada demais!
    Continue procurando por ajuda para resolver isso ou bola pra frente pois viver sem sexo não dá e você já tem 32 anos cara, vai se tornar o virgem de 40 anos só por causa de frescura? Triste…

    Sorte!

  8. aisn disse:

    Cara, eu acho assim, um relacionamento é 50% / 50%. Se só vc tenta e ela está sempre no 0% a coisa não ta legal. Eu n acredito que ela tenha Vaginismo, mesmo porque ela fez 3 exames e deu tudo normal, do contrário o gineco dela teria falado algo ne? O que acontece, ao meu ver:1 – Ela nunca parou pra tentar fazer com que a coisa dê certo e com isso está sendo absurdamente egoista. 2 – Acredito que além de ela ser virgem e provavelmente não rompeu o imen, ela deva ter o canal vaginal muito estreito, isso acontece. Então podem ser dois problemas.3 – Ela pode também ser bem frígida amigo! Juntanto todos esses fatores possíveis ai que a coisa complica 4- Resolva logo essa situação meu amigo, pois vc pode ter mais problemas ainda no futuro. Boa sorte

  9. Déia disse:

    Esse negócio de só transar depois do casamento é burrice, porque sexo é 50% de um relacionamento, e se você deixar pra ver se o sexo é bom só depois do casamento, você casou por nada..
    Eu concordo com o comentário de um cara aí, seja carinhoso e tudo mais, mas não 1mm/5min, se for pra colocar, coloca tudo de uma vez. Eu sou casada com o homem que tirou minha virgindade, não doeu tanto, ele foi carinhoso, e fizemos 5 vezes no mesmo dia em que perdi a virgindade..mas acho que sou sortuda. Boa sorte no seu casamento!

  10. lili disse:

    Cara olha só – tive o mesmo problema – de nao transar com o marido, e realmente o casamento acabou – mas te digo uma coisa – se ela nao quer transar, mesmo que tenha o lance da dor (eu sei, eu tive tb), é pq ela perdeu o tesão. ponto. é isso, não é desleixo nada. E pra salvar o casamento só deixando ela com tesão de novo. (se é que ela já teve – afinal mulher precisa de sexo sim!!!!!) Se ela acha que naõ precisa é pq tá sem TESAO! Não adianta insistir apenas – a sugestão que já deram aí de ir em frente é válida…mesmo com dor, e alcool ajuda mesmo. Mas isso só vai deixar ela com raiva caso ela não esteja com tesão. A única solução mesmo é tu voltar a ser O cara pra ela, ela tem que te admirar, te querer. Se não não tem psicólogop nem cachaça e nem pica das galáxias que funcione. Boa sorte ae pros dois.

  11. Abacaxi disse:

    “Namoramos por 4 anos sem ter relação sexual por opção nossa.”

    Burros. Sem mais.

  12. Jasofridisso disse:

    No meu namoro passado tive algo parecido…Rolava muitas preliminares e houve até sexo anal antes disso, mas quando tentamos da forma “normal”, ela tinha dores demais e não dava nunca..

  13. D. disse:

    Vivo a mesma situação, num relacionamento de dois anos e meio e tento de todas as formas resolver a situação, mas sinto falta de empenho da minha parceira. Acho que a solução é outro relacionamento.

  14. lima disse:

    Cara aconteceu o mesmo no meu namoro, uma Tal de fisioterapia vaginal que salvou, detalhe que poucos ginecologistas passam isso mas resolveu e muito o problema e o tratamento e bem legal… pode procurar aí!

  15. R@ge disse:

    Estou passando por isso meu velho e antes do casamento era um fogo só, mas depois do filho as coisas mudaram e neste exato momento estamos a quase 2 meses sem sexo. Ainda não pirei e não busquei outras alternativas, porém não sei se meu casamento vá durar muito tempo.
    No teu caso acho um pouco diferente e pode ser mesmo o que uma pessoa falou aqui, uma doença ou medo ou ainda aquela velha mania de mulher de achar que você é muito experiente e ela não, mas te indico tentar mais vezes, continuar na conversa e procurar ajudar de um especialista.
    Boa sorte meu brother!!!

    • FuranusAlheius disse:

      Sei muito bem como ele se sente … e mais ainda como vc se sente …

      Mesmo antes do filho passei por isso, tive esperanças de que as coisas melhorassem mas só declinam… não só tencionei procurar velhas conhecidas como se tiver chance vou atrás … chega no limite que vc pira …

      Sem iniciativa, vai atrás de vc depois de mais de mês sem nada, parece não se importar além de empacar na hora H ou durante o vai e vem e querer reiniciar todo o processo de forma romanticuzinha, como se fosse um computador travado tendo que dar reset …. além de não ter aparente interesse em melhorar isso …

      fica com medo de gozar, com medo de morrer… faz cú doce, dá a entender e depois se faz de sonsa …. tem medo de inovar ou de ir pra qualquer posição que a deixe mais doida …

      Sei muito bem como é … AH SE SEI …

      Conselho que dei a mim (e tento seguir) e cedo a vcs … não empurrem a vida com a barriga, filho não segura casamento … não se arrependam e nem se sacrifiquem por uma ideologia, simbolismo, responsabilidade ou o que quer que seja ….

      Cansei de ver esse tipo de relação empurrada morro acima, no desdém, sem esperança, sem ser realmente um relacionamento, mas apenas uma troca de responsa e contas a pagar, além de comodismo …
      Cansei de ouvir dos outros o porque da relação não ter durado nem 2 anos em média, de muitos que deixaram a mulher justamente por esse problema que enfrentamos agora …

      Sigam a vida e tentem ser felizes, tentem resolver os problemas, mas não empurrem a vida com a barriga …

  16. Pontes disse:

    hímen complacente

  17. Mordeckay disse:

    velho..simples…
    conversa franco , se mesmo assim nao der… lembre-se que tem pessoas que servem pra sua cama e nao pro seu dia a dia e outras que sao otimas no dia a dia e nao prestam pra sua cama…
    ou vc aceita ela nao curtir sexo, ou vc forca a barra e ve se pega no tranco ..(afinal vcs sao casados ne)
    ou entao e pra isso que inventaram PUTEIRO, AMIGAS GOSTOSAS E SITES DE RELACIONAMENTO….

    TOCA O TERROR SEM DO se ela gostar de vc vai resolver isso afinal de que adinata ter os deveres de ser casado sem o melhor beneficio….

  18. E disse:

    Procure informações sobre ‘Vaginismo’. E não é piada. Experiência própria. Se assemelha muito pelo que eu também passei.

  19. Anônimo disse:

    90% das causas de dor em relações sexuais é de causa psicológica, algumas patologias ginecológicas podem causar dispareunia, porém essa garota é muito jovem e pelo visto sem outros fatores de risco para doenças associadas. Ela já foi ao médico e acredite se não há nada de errado com ela o provável é psicológico mesmo. Agora falando de experiência pessoal eu já namorei por 2 anos uma garota que queria só sexo após o casamento, respeitei porém após muitos amassos ela liberou, ela tinha uma criação tão fechada em cima da religião evangélica que ela achou literalmente que ia pro inferno após esse sexo. 2 semanas terminamos pois eu sabia que o casamento ia ser uma merda. Ela não ia topar anal, oral , brincadeirar , de quatro, beijar na boca após eu fazer oral nela.

    Boa sorte!

  20. Casado32a disse:

    Eu e minha esposa passamos por problema parecidos. Foram 4 meses até romper o cabaço depois do casamento. Não foi fácil. Depois disso, até hoje (9 anos depois) ela reclama de dor e as vezes sofre de sangramento. Meu pau nao é grande, mas é grosso, e ela tem o biotipo pequenininha, o que nao ajuda, mas vejo tbm que ela nao se esforça tanto quanto poderia.

    Olha, não é pra desanimar, mas depois de tanta dor de cabeça pra conseguir ter um sexo gostoso, após nove anos e um filho de sete, transamos muito esporadicamente. Perdi o interesse, e ao que parece, ela desgostou do sexo.

    Pra suprir a necessidade de gastar a energia acumulada e não gastar uma fortuna com garotas de programa, entrei pra academia de luta e comprei um kinect.

    Seria isso ou uma boneca inflável.

    Boa sorte no seu casamento.

  21. barnis disse:

    sei oque voce passa …. minha namorada ja foi casada teve a primeira relacao com o ex marido teve outros namorados e agora q estamos juntos diz ela que é um taboo a questao do sexo .. sou estremamente ativo gosto muito de transar … ja tentei muito, paguei ginecologista li os exames tudo normal. ele comentou que pode ser psicologico, estamos indo ao psicologo mais mesmo assim ela nao se aplica em nada para mi agradar nem para o relacionamento. essas dores tem momentos que penso que é frescura, nem a procuro mais pra nda e ela e muito gostosa aos meus olhos, nao sei ate quando vou aguentar e ser paciente que nem voce colega, mais tomara que como voce eu tire paciencia nao sei daonde para suportar

    abracos

  22. Dan disse:

    Olha, eu sei que vai vir 200 pessoas com 10 pedras em cada mão pra querer me crucificar.
    MAS eu vou dizer de qualquer forma, pois pode te ajudar.

    Pelo que eu entendi (lendo rapidamente 2x!!!), sua esposa era virgem, você já a penetrou MUITO cuidadosamente e PELO QUE ESTÁ ESCRITO, ao meu ver, pode ser que o hímen não tenha rompido completamente. Claro que eu posso estar totalmente errado.
    De qualquer forma, o meu conselho, assim como pra qualquer outro cara, é que quando for desvirginar uma menina, vá sim com calma, como você falou, molhe bastante, ponha KY etc etc. mas que enfie tudo de uma vez.
    PELO AMOR DE DEUS, não to falando pra meter com força. Mas que após encaixar, achar o buraco, coloque de uma vez, sem ser a uma taxa de 1 mm/5 minutos. Pelo menos o sofrimento dela é de uma vez só.
    Vai doer sim, durante 1 ou 2 dias. É assim com muitas mulheres, sangra por 1 ou 2 dias. Pode ser que doa na seguinte, mas provavelmente não doerá TANTO, será bem mais fácil.

    E chegará o momento em que ela não sentirá mais nada. Aí virá a próxima preocupação: dá-la prazer. Mas isso é outra história.

    O que pode ajudar a diminuir a sensação de dor pra ela (além da lubrificação), é algum analgésico, sei lá, algo que faça diminuir a dor (ginecologista pode prescrever) ou ficar bêbada (obviamente, ambos querendo).

    Boa sorte.

    • Nina disse:

      Concordo com vc, isso de ir aos pouquinhos doí demais, tem que ser numa estocada só, assim a dor será só uma, ela deve sentir dor, pq o canal vaginal dela ainda é apertado. Tem que ver se você é grande demais e etc. Continue com paciencia, logo vem a recompensa .

    • Anderson disse:

      Concordo com o Dan, doer é fato agora quando sentir q encaixou vai de uma vez amigo…

  23. CH disse:

    Comigo funcionou de um jeito bem diferente. Tinha uma namorada e depois de 3 meses resolvemos transar. Como ela sentia muita dor, fomos para a hidromassagem, começaram os amassos e, quando nos demos conta, estávamos transando. A água ajudou um pouco, mas o clima foi muito mais importante pra esse momento.

  24. Debrie disse:

    O estagiário dela era bem mais sensato…

  25. Diálogo é tudo disse:

    Cara… Tem coisa erra aí, sim. Tirei a virgindade da minha namorada com 6 meses de namoro. Confesso que foi trabalhoso, foi necessária a paciência de ambos. Ela reclamava muito de dor, mesmo fazendo as preliminares e a coisa “pegar fogo”. Me incomodava um pouco ver que ela só sentia dor e zero de tesão. Só lá pela 6 ou 7 tentativa conseguimos ter uma transa descente, isso no sentido de conseguir penetrar até o final. Mas pra ela se sentir à vontade e querer com o mesmo tesão que eu, custou bastante.

    Então, amigo, lhe aconselho sentar e ter uma conversa franca com ela sobre o assunto, saber como ela se sente (pelo que minha namorada me falava, é uma dor infernal, insuportável), tentar chegar a uma solução, nem que essa seja aguentar a dor e romper o “cabaço” com um pouco de dor. O casamento de vocês depende disso e, francamente, ela dizer que não sente vontade de transar é muito egoísmo.

    Por mais que a situação seja incômoda, não jogue o que você sente por ela no lixo. Com um bom diálogo você irá encontrar a solução.

  26. Fernando disse:

    É um caso bastante complicado, mas não tão raro assim. Vivo algo parecido com voce, estou em um relacionamento há 4 anos e começamos a ter relações com 6 meses de namoro e ela era virgem, compreendi completamente o medo dela em perder a virgindade e os anseios normais referente a isso e com calma e tranqüilidade tivemos nossa primeira vez, não foi tão traumático mas também não tinha como ser a melhor transa do mundo.

    Com o tempo, por sermos da mesma idade, o fogo foi aumentando e o tensão também e mantínhamos relações constantes, porém sempre percebi que ela não se soltava, era sempre a mesma histórinha e isso também cansa.

    Hoje eu tenho uma conclusão, por eu ser o primeiro e único homem dela até agora, penso que ela acha que o sexo é so isso e para ela ta de bom tamanho. Ela deve pensar que todo homem e carinhoso, paciente e que faz do jeito que ela gosta, mas pelo contrario e é perceptível a diferença entre uma mulher que ja teve mais de um parceiro e uma que so teve um.

    Então é isso, foi mais um desabafo do que uma ajuda, mas deu para voce ver que cada mulher tem uma loucura.

  27. Pedro disse:

    Conversa com ela sobre tentar sexo anal. Tenho dois casais de amigos que antes, as mulheres sentiam dor, mas achavam tranquilo pelo anus. Sei que é estranho e deveria ser ao contrário, mas cada um é cada um. Boa sorte e espero que seu casamento nao acabe e sua esposa passe a gostar. Abç!

  28. Las bibas disse:

    Faz o seguinte: tenta anal, de ladinho, oral, 69, 120, 666…tenta direitinho e bem gostoso.

    Com outra mulher, tá, gato?

  29. Como_faz? disse:

    E quando a mulher simplesmente diz que não tem vontade de fazer? [Ela é virgem]

  30. Como_faz? disse:

    E quando a mulher simplesmente diz que não tem vontade de fazer, sendo ela virgem?

  31. Paulo disse:

    Cara vc fez tudo certo so falto ser homem. Falando serio aconteceu isso com um amigo. Nunca se pode parar. Doi mesmo na primeira penetre lentamente mas sem parar. Mesmo q ela reclame um pouco, depois começa a ficar bom. Agora q ela tem medo vai ser dificil de ela aceitar.

  32. Johnes disse:

    Eu passei por algo parecido. Minha namorada tinha dificuldades em ter a primeira relação sexual. Nós sofremos 2 anos tentando e nesse tempo houveram vezes que nem queríamos mais tentar. Dava um desanimo. Depois de algum tempo decidimos que tentaríamos anal antes. Conseguirmos fazer anal e uns 2 meses depois deu certo. Hoje somos felizes na cama. Muito felizes, a propósito. Eu acho que tinha um pouco de religião ou família. Sei lá. Mas enfim, deu certo.

    • Maya disse:

      A questão religião/família pega demais. Eu sofri e as vezes ainda sofro, me sentindo culpada. É dificil pra mulher, mas n ão justifica ela não sentir falta de sexo!

    • Pauzi disse:

      Tive o mesmo problema, no meu caso tentar o anal foi pior ainda. A historia era exatamente a mesma, ela foi no medico, não tinha nada…
      Terminei o namoro, conheci uma não virgem mais experiente e hoje sou feliz.
      É o grande problema de casar virgem, pq você não sabe se será correspondido da mesma forma na cama. Na minha opnião temos que testar o sexo antes do casamento.

      • Johnes disse:

        Sempre falo para os meus amigos que temos que testar o sexo com nossa parceira antes do casamento (Alguns não acreditam, rsrs). Deve ser horrível saber que casou com uma pessoa que não te satisfaz na cama. Já fiquei com garotas que infelizmente eu sentia mais prazer me masturbando do que transando com elas. Mas agora com minha namorada, mesmo depois do sofrimento de dois anos, tem dois anos que o sexo é muito bom. Tenho certeza que com ela o casamento (daqui mais alguns anos, rsrs) vai ter muito sexo gostoso. Hoje em dia, pelo fato de ele ter iniciado a vida sexual bem depois que eu, ela tem até um maior desejo que o meu. Mas eu sei que existem casos e casos. Resta ao nosso colega que contou a história avaliar os prós e contras.

  33. Crow disse:

    Mano… que sacanagem isso que da nao esperimentar antes de casar…
    na boa se eu estive-se no seu lugar ja a teria largado ou traido ja…
    se tem mta paciencia velho para que isso… a vida e curta….e vc perdeu uma boa parte da sua
    vida com uma frigida…

  34. Anônimo disse:

    dá uma procurada também sobre vaginismo, passo por isso… não é fácil.

  35. psicologa disse:

    Concordo com as recomendações, seria bom mesmo buscar ajuda profissional. Tenho visto muito essa dificuldade em moças religiosas, que esperam para transar depois do casamento, mas não conseguem se liberar emocionalmente. Não estou colocando a culpa nas religiões, até pq muitos que optaram por esperar conseguiram sucesso na vida sexual. No caso dessa esposa, seria bom ver mesmo, geralmente é causa psicológica.

  36. Renato disse:

    Pode ser um caso de Vaginismo! Pesquisa aí, cara!

  37. Anderson disse:

    Muito boa essa explicaçao, hein! Apesar de eu não ter problemas no meu casamento, sempre venho aqui pegar algumas dicas…hehe

  38. Spiky disse:

    Deve ser difícil sentir falta de algo que só lhe causa dor, não? Não sou ginecologista mas acredito que isso seja vaginismo. Incluiria na lista dos profissionais uma fisioterapeuta especializada em saúde da mulher. Serão necessários exercícios para “acalmar” a musculatura vaginal. Há aparelhos de eletro-estimulação, mas o cara pode ele mesmo ir massagiando a parte interior da vagina com o dedo.

  39. PG disse:

    Cara isso é um problema bem sério, eu tbm to passando por isso, tenho 20 anos, e sou noivo, e estou 5 semanas sem sexo, isso tá me deixando louco, por que ela diz que o problema sou eu, dizendo que eu não converso com ela, e blablabla, eu acho que isso é so uma desculpa, eu n sei mais o que fazer, to de saco cheio já…
    Se alguem puder me ajudar tbm….desde já agradeço

    • Diálogo é tudo disse:

      Cara, tem bons comentários aqui no blog, inclusive narrações de casos vividos. O que te aconselho é que seja paciente, a cada vez que for tentar, empurre um pouco mais… ou se possível, tente fazer na banheira, isso ajuda bastante. E lembre-se: relacionamento sem diálogo não chega a lugar algum.

    • Dan disse:

      Sua noiva é virgem?

  40. Marido com sexo disse:

    Tente o cu.

    • Sweeteiro disse:

      KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  41. Nando disse:

    Cara, esqueça a penetração, pelo menos por um tempo.

    Já passei por isso (com 02 namoradas) e resolvi da seguinte forma (não é uma receita, para mim deu certo).

    Pode ser o “mito” de que doe muito quando se é “virgem” e ela está com medo de doer sempre, mas acredito que seja o medo de engravidar, já conheci mulheres que mesmo tomando anticoncepcional e usando camisinha, tu enfia e pronto, tudo acaba por ali.

    Aposte nas preliminares e esqueça você por um tempo, capriche no oral e com os dedos, sem penetração.

    Faça ela gozar no oral ou de ladinho com seus dedos, alugue ou baixe uns vídeos com “historinhas” (odeio hahaha).

    Se ela gosta de agradar, para você peça um boquete, eu pedia uma punheta e terminava por ali mesmo.

    Deu certo? Com certeza, depois que ela “aprendeu” a curtir e gozar, quis subir no pau logo, mas demorou, algumas não davam certo, não se preocupe.

    Depois ela até surpreendia com fantasias, não custa tentar…

  42. ACONTECEUNANOVAZELANDIA disse:

    E o pior de tudo…as coisas estão desse jeito pra vocês… mas se você se separar dela…. daqui uns meses ela vai estar dando igual uma atriz pornô pra algum cara por ai….

  43. VoisMiCê-Sama disse:

    Já passei por isso, mas não cheguei a casar. Eu resolvi o problema de uma forma, digamos, “brasileira”. Minha ex-namorada ficava reclamando do tamanho do meu pênis e ficava com muito medo de machucar, doer e etcs…Com isso afetava MUITO o psicológico dela assim que via meu pênis ereto nas mãos. Ela queria transar e tudo mais, só que, ficava com muito receio devido ao tamanho. Um dia fomos pra balada e bebemos bastante, não ao ponto de esquecer as coisas ou falar enrolado, mas ao ponto de ficar com uma onda legal KKKKK. Chegamos em casa loucos de tesão e na hora H aconteceu o que eu temia, ela arregou KKKKKK. Mas eu não desisti e a convidei pra continuar bebendo e tentamos novamente. Quando eu estava penetrando na vagina dela pedi pra ela me dar um abraço e um beijo e enfiei toda a minha virilidade nela. Com a dor ela mordeu meus lábios, arranhou as minhas costas, mas foi apenas por um momento e com o passar dos movimentos ela foi se adaptando. Depois de duas ou três relações tudo ficou uma beleza.
    Com a minha experiência, sugiro que você coloque tuuudo de uma vez e nada de ficar falando que vai por só a cabecinha. Melhor ela sentir apenas uma dor forte e ir melhorando, do que ela acabar com o coração machucado pra sempre!

  44. Lec disse:

    pergunta se ela tem vontade de fazer sexo com outra mulher….sei la cara estranho isso…as vezes ela e Bi ou homossexual…sei la estranho….

  45. ciganeiro! disse:

    Começa pelo cu, para ela não ter desculpa!

  46. Nunes disse:

    O primeiro a postar…
    Primeiro ponto – acho que não procurar e deixar as coisas rolarem são o melhor (para mim foi…. sou casado a 3 anos)
    Segundo ponto – acho que isso é uma coisa muito de perfil, como você disse que mesmo com 25 anos ela se casou virgem eu imagino que ela não é tãaao chegada em sexo assim. Se fosse mesmo com tabus da sociedade e criação e blablabla ela já tinha liberado ou para você ou para outro mais cedo… Acho que acontece tanto do homem quanto da mulher as vezes não gostarem tanto de sexo, não acho isso um crime, acho que é da pessoa mesmo. Complementando, tenho um amigo que desistiu do casamento dele exatamente por isso, logo depois arrumou uma mulher que gosta muito de sexo e agora parece estar bem mais feliz.

    Terceiro ponto – creio que um pouco de álcool no sangue deixa as extremidades do corpo mais incensiveis, e essa reação pode ser uma aliada sua. Além de que deixa a pessoa mais descontraída. Mas ai é só testando mesmo. Se vocês não bebem ou sua religião não permite, te digo que é o seu casamento que está em jogo, então creio que vale a pena por esse motivo.

  47. Alessandro disse:

    Pela descrição parece ser uma doença chamada vaginismo. Sugiro procurar um ginecologista.

  48. Aquele disse:

    Estou a 3 anos e meio com minha namorada.
    No inicio nós transavamos bastante, e sempre deixei claro para ela que sou sedento por sexo.
    tempos se passam e o sexo diario passou para semanal, e o semanal ta passando para mensal, e eu to ficando nervoso de verdade. Ja coversamos e tudo mais.. o que ela me diz? que os relacionamentos são assim.. que com o tempo as coisas vão esfriando.. Às vezes transamos e esta sendo tão deprimente que é melhor deixar pra la.. ja estou começando a deixar de procura-la. Na boa, Ela é uma delicia, linda e tudo mais, mas pra mim não dá. Sou alto, estou em ótima forma física e se eu nunca a traí não foi por falta de oportunidades… Cada dia que passa é como se uma parte de mim morresse… Não sei o que te falar, porque parecemos viver algo parecido. Vou ver o que o pessoal daqui comenta também. Boa sorte pra você.

    • Spezio disse:

      Foda. Uma coisa que aprendi na vida: TODA MULHER precisa de UMA RIVAL. Se ñ tiver rival amigo…cai no marasmo profundo…e o sexo vira obrigação….

      Portanto, coloque uma rival na jogada…e seja feliz. Vc vai ver o fogo dela voltar rapidinho.

      Ps.: ñ estou falando p arrumar amante…mas se alguma mulher der em cima de ti com sms ou coisa q o valia mostre a ela…ou despretensiosamente deixe no celular. ;)

      Ps2: procure inventar…tire ela leve ela pro mato e rasgue a roupa e fale: ou vai ter uma foda selvagem ou vc vai voltar embora a pé. seja canalha no bom sentido…mulher adoro isso.

      Vai por mim….é primitivo isso. E funciona.

    • Esse disse:

      Meu amigo, nesse caso os dois são culpados. Estão deixando a relação ir pelo ralo. Comece a pegar no ponto fraco dela, presenteia com flores, chocolate, diga que a ama… Seja esperto, quebre esse gelo. Depois que a chama reacender, vai ser só alegria!

    • Eu disse:

      Caro Aquele, passei por uma relacionamento parecido. No começo era tudo novo, vamos tirar o atraso! Depois de 4 anos o sexo era mensal e sempre partia da minha parte. Não tenho nem 30 anos e por mim faria sexo todos os dias!
      Mas com ela não dava. Depois de 4 anos um relacionamento nessa base muda, a paixão esfria e só sobra o carinho e amizade. Se você não quer só isso para o seu relacionamento esta na hora de exigir mudanças.
      O meu relacionamento terminou depois de 4 anos porque esfriou por completo. A decepção com o sexo foi tão grande que não sobrou nem o carinho nem a amizade.
      Fica a dica.

    • Dan disse:

      Não aceite, cara. Não estou dizendo pra forçar nada, nem pra chantagear etc. Apenas diga que está insatisfeito, infeliz. Converse com ela racionalmente, diga das suas necessidades, vontades. Provavelmente ela te acusará falando que você “só pensa em sexo” ou “só tá com ela por causa de sexo”. E você sabe que não é totalmente verdade. Claro que 99% dos homens priorizam muito o sexo, é normal!
      Mas se há uma relação de amor recíproco, cadê a reciprocidade na hora do sexo?
      Você a ama, é fiel, tenta agradá-la, claro, pensando também em sexo. Todos fazemos isso.
      Mas não fique nessa. Acerte isso com ela, insista e se ela não puder ceder um pouco (algo que deve ser prazeroso pra ela também!!), sei lá… Comece a pensar melhor se vai ser feliz assim.
      Enfim, faça de tudo pra ajeitar. Mas não se submeta a algo que não te faz bem. E com certeza, falta de sexo (ou pouco sexo) não faz bem (no mínimo está te deixando chateado, estressado etc.)

  49. KakO disse:

    Amigo sugiro que use algum tipo de gel que anestesie a vagina dela assim assim nao sentira dor! abraços.

  50. Josey Wales disse:

    Isso se chama vaginismo e é um problema psicológico.

  51. Sincero disse:

    Respeito a opção do casal e a devoção do marido. Mas isso só prova que sexo antes do casamento é estritamente necessário. Como se casar com alguém sem saber se há química no sexo, se um satisfaz as necessidades do outro?

  52. Roberval le Espada Sensual disse:

    vai na porta 2.0 cara, vai que ela curte ‘-’ AUSHUASHUHAS

  53. Goiano disse:

    Cara, você realmente é pra casar, minha namorada quando nega mexer o quadril pra mim por mais 1 semana, eu fico grilado, muito mesmo, penso em qualquer vagabunda, menos nela. Fiquei sensibilizado com você, pois a minha namorada, no começo deu muito trabalho tbm, era muita frescura (virgem, eu tbm), são 4 anos de namoro, quase 5, hoje transamos na boa, só que msm assim, ela ainda senti uma ardência na perereca, parando a transa as vezes, já procurou tratamento e n tem nada que resolve.

    • Carioca disse:

      Meu velho, isso é falta de tesão… começa a se preocupar com ela também e verá como a “coisa” melhora. As preliminares fazem toda a diferença.

  54. Senhor X disse:

    Olhe, namoro há 6 anos.
    Transamos aos 2 anos de namoro.
    Foram várias tantativas, todas com muito fogo, preliminar, tudo muito molhado, mas…
    Na hora, ela flava que estava doendo muito, era uma dor insuportável, ai-ai-ai-, não aguento,
    “será que sou doente?”, e outras dúvidas, após as tentativas frustradas.
    Até que uma vez, em mais uma noite corriqueira de amasso, tentamos novamente.
    A interrupção foi a mesma: “- Ai, tá doendo muito, não aguento, tira, tira, tira!”
    Ao invés de tirar, como das outras vezes, eu cessei a penetração e começei a beijá-la, calmamente, mas sem tirar o pênis do “começinho”. Até que, de uma vez por todas, enfiei com toda vontade que estava…
    Foi um grito ensurdecedor, ela chorou, disse que eu nunca mais fizesse isso (eu jurei que não faria mais (Risos)), perdemos aquele clima quente, a moça da recepção ligou para o quarto para saber o que acontecia, MAS ABRI O CAMINHO.

    Nem cheguei a ler as bizarrices da Dra. do Amor.
    Agora, está com você…